A necessidade de formar quadros com conhecimento em gestão pública, dando uniformidade ao projeto petista de governo, em todas as esferas – municipal, estadual e federal –, é a razão principal para a criação do Curso de Difusão de Conhecimento em Gestão e Políticas Públicas da Fundação Perseu Abramo, cuja aula inaugural ocorreu no dia 17, no Sindicato dos Professores do Município do Rio de Janeiro e Região, com a presença de mais de 70 alunos.

“Temos o desafio de construir na FPA um laboratório de conhecimento, com base em nossa produção, livros, pesquisas, além da troca de ideias, do debate, para capacitar esse 1,6 milhão de filiados, uma riqueza que nenhum outro partido nesse país possui”, disse o presidente da Fundação Marcio Pochmann. Além dele, estiveram presentes à aula inaugural o economista João Sicsú, professor da UFRJ, e o coordenador do curso, Luís Vita.

Auditório do Sinpro, no Rio de Janeiro, durante curso de Difusão

Emancipação
Sicsú abordou as mudanças ocorridas no país nos últimos 10 anos, mais especificamente a partir da vitória de Lula à Presidência da República, em 2002. “Demos um salto para o desenvolvimento, com geração de empregos e distribuição de renda. Há causas e políticas por trás disso, a valorização do salário mínimo, a ampliação do crédito. O próximo passo é combater a desigualdade de acesso a oportunidades, a bens e serviços públicos.”

O coordenador do Curso de Difusão de Conhecimento em Gestão e Políticas Públicas, Luís Vita, explicou o objetivo de criação de uma rede de troca de experiências virtuais, por meio da plataforma escolhida para o curso, para organizar o conhecimento. “Educação faz sentido quando permite emancipação, assim como o trabalho. O que pretendemos aqui é conhecer o passado, analisar o presente e projetar o futuro”.

Fotos: Marcio de Marco